10 de mar de 2014

Resenha: Crazy Diamond - Syd Barrett e o Surgimento do Pink Floyd

Nome: Crazy Diamond - Syd Barrett e o surgimento do Pink Floyd
Autores: Mike Watkinson, Pete Anderson
Ano: 2013
Páginas: 228
Editora: Sonora
Avaliação: 
Sinopse: Crazy Diamond é a biografia mais vendida de Syd Barrett, o lendário fundador do Pink Floyd, cujo breve lampejo de uma errática genialidade tornou-se um dos maiores enigmas do rock. Cantor original do Pink floyd, guitarrista e principal compositor, barret deixou o grupo em 1968, em meio a boatos de ter desenvolvido uma loucura induzida pelo uso de ácido.aseia-se em anos de pesquisa e inúmeras entrevistas com a família de Syd e amigos. Foi atualizada depois da morte de Barret em 2006. Inclui numerosas fotos raras, discografia completa e prefácio de Julian Cope.


Amei ter lido esse livro, fiquei sabendo de mais histórias sobre o Syd, e fiquei super emocionada com os fatos sobre ele descrito no livro.
Como o foco principal do livro era o Syd, os autores não relataram muitas histórias sobre Roger, David e os outros integrantes do Pink Floyd, achei o máximo do livro ter também depoimentos de pessoas que conviveram com o Syd, como os seus amigos de infâncias, primeiras namoradas, e a irmã mais nova dele, Rosemary.
Uma das coisas mais legais no livro, são fotos raríssimas do Syd, que foram tiradas do baú da família Barrett, como fotos do Syd com 18 meses e 4 e 6 anos, e Syd com a sua primeira namorada.
O livro também tem a discografia completa da vida musical de Syd, que também tem os álbuns da sua carreira solo depois dele ter saído do Pink Floyd, e também o livro contém informações de onde andam os antigos amigos do Syd.
O livro em si é repleto de aventuras da vida do Syd, fala das suas primeiras experiências com as drogas, por ele se apaixonar por arte, música e sexo aos 16 anos e também contém depoimentos dos amigos de Barrett ao falarem que sentem muito pela morte do amigo, falando do quanto ele foi importante no cenário musical e que sentiram muito a sua falta.
Também é relatado no livro algumas curiosidades, como: David Bowie era super fã do Pink Floyd e ele foi em seus primeiros shows da banda, (com o Syd Barrett ainda na banda) ele fez um tributo ao Syd cantando a música "Arnold Layne" (música composta por Syd), e após a saída de Syd da banda ele falou que a banda nunca mais foi a mesma.
Os autores do livro conseguiram falar uma vez com o Syd, seguindo até a sua casa, falando para ele que estavam construindo um livro sobre a sua vida, e eles gostariam que ele respondesse algumas perguntas, Syd mal abriu a porta de sua casa, e falou que ele não era o Syd, era um visitante da sua casa, e fechou a porta.
Não tenho nenhuma reclamação a fazer do livro, a não ser pelo fato de ele ser um pouco curtinho. Eu me apaixonei pelo livro e gostaria de ler mais histórias sobre o Syd, mesmo sabendo que o tão adorável senhor Barrett já não está mais entre nós.


Algum fã do Pink Floyd que gostaria de ler esse livro, aí? Eu super recomendo!
Lembrando, que já saiu o resultado do sorteio que teve no blog, para conferir o resultado, clique AQUI (resultado esta dentro da caixinha do Rafflecopter)
Por hoje é só gente, beijinhos para vocês!

6 comentários:

  1. Está na minha lista de próximos livros, ótima resenha. Bjs http://v-o-i-a-g-e-r.blogspot.com.br/2014/03/tutorial-como-montar-um-marca-pagina.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, leia sim que você irá amar, beijos!

      Excluir
  2. Nossa esse seria um presente e tanto para meu pai que ama essa banda *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode dar de presente para ele, que ele vai amar, Camila! Beijos! :3

      Excluir

● Comente algo relativo ao post;
● São permitidas sugestões de incentivo;
● Gosto de críticas construtivas e etc;
● Xingamentos serão totalmente ignorados e excluídos;
● Retribuo comentários. Deixe o link do seu blog no final do seu comentário na postagem.